14/03/2024 07:14 1 mês atrás

Primeira fatalidade por dengue em Dourados: homem de 33 anos



MS tem 7,4 mil casos prováveis e 2,4 mil confirmados este ano de dengue

Um homem de 33 anos e que não tomou vacina contra a dengue é a primeira vítima da doença na cidade de Dourados. Ele é indígena e não possuía histórico de doenças.

Ao todo, Mato Grosso do Sul tem quatro mortes por dengue. As outras três são de um bebê de 1 mês, de Maracaju, um home de 81 anos de Chapadão do Sul e uma mulher de 73 anos, de Coronel Sapucaia.

O estado tem 7,4 mil casos prováveis e 2,4 mil confirmados este ano. Dados do boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quarta-feira (13), mostram que em uma semana o número de casos prováveis saltou em Mato Grosso do Sul, com 1,6 mil novos casos.

Além disso, subiu para 8 o número de óbitos em investigação no Estado. Apesar de altos, os números seguem abaixo do registrado por semana no ano passado. Na semana 10, por exemplo, foram 1.172 casos prováveis de dengue em 2024 contra 2.421 no mesmo período de 2023.

Entre os 79 municípios, 29 estão com alta incidência de dengue, sendo os municípios fronteiriços em situação mais alarmante. Entre eles, Aral Moreira, Paranhos e Coronel Sapucaia.

Chapadão do Sul desponta como a cidade com mais casos de dengue confirmados este ano, sendo 503 confirmações. Seguido por Campo Grande com 386 casos e Costa Rica com 278 casos de dengue.

 

Dourados Agora 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Primeira fatalidade por dengue em Dourados: homem de 33 anos