*Luiz Guilherme, especial para o Alô Dourados

Após um total de cinco mortes provocadas pelo Novo Coronavírus, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a prefeitura de Dourados publicou nesta segunda-feira (15/6), edição extra do Diário Oficial, que impõe a partir da próxima quinta-feira (18/6), o fechamento parcial da cidade que é maior do interior de Mato Grosso do Sul, e atualmente é considerada o epicentro da doença no Estado.

De acordo com a publicação, passa a ser obrigatório “o uso de máscaras nos passeios e espaços públicos e em todos os estabelecimentos comerciais, sob pena de infração ao art. 268 do Código Penal”.

Também estão suspensas, por 15 dias, o funcionamento de igrejas, templos religiosos ou espaços destinados às celebrações em geral.

O decreto Nº 2.664 também estabelece que academias devem ser limitadas a lotação de 30% da capacidade e hotéis deverão funcionar com no máximo 50% da sua capacidade de público.

O decreto busca conter as aglomerações de pessoas em “qualquer recinto”, também com risco de multa caso haja desrespeito, e afirma que, “entende-se por aglomeração quando houver reunião com número maior de pessoas do que os residentes no local”.

Referente à fiscalização, a Guarda Municipal fica autorizada a fechar os estabelecimentos que desobedecerem aos decretos e deverão encaminhar o auto de infração para a Secretaria de Planejamento para suspensão dos alvarás.

Hoje, Dourados confirmou 59 novos casos de Covid-19, alcançando um total de 1.197 doentes.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Prefeitura suspende atividades religiosas por 15 dias em Dourados