Da redação

O Ministério da Saúde mudou o mapa de voo e as 18.300 doses da vacina pediátrica da Pfizer chegam às 17h35, no voo 3559, no Aeroporto Internacional de Campo Grande. A entrega aos municípios acontecerá ainda nesta sexta-feira (14), a partir das 18h30, na Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica da SES.

A SES também divulgou no Diário Oficial desta sexta-feira (14), a Resolução Nº 07/CIB/SES, em que informa que a vacinação em crianças acontecerá de forma decrescente iniciando a partir dos 11 anos de idade até chegar às crianças de 5 anos de idade.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, os pais ou responsáveis deverão estar presentes manifestando sua concordância com a vacinação. "Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito que poderá ser retirada nas secretarias municipais de saúde".

Poderão tomar a vacina crianças com 5 a 11 anos de idade com deficiência permanente ou com comorbidades; crianças indígenas e quilombolas; crianças que vivam em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19; crianças sem comorbidades em ordem decrescente sugerida: iniciando em crianças entre 11 e 10 anos; crianças entre 10 e 9 anos; crianças entre 9 e 8 anos; crianças entre 8 e 7 anos; crianças entre 7 e 6 anos; crianças entre 6 e 5 anos e crianças com 5 anos.

Para a diretora de Vigilância em Saúde da SES, Larissa Castilho, a população estimada a ser vacinada entre 5 a 11 anos de idade é de 301.026 crianças. "Os municípios que receberão maior quantitativo de doses serão: Campo Grande, com 4.310 doses; Dourados com 1.880 doses; Três Lagoas e Miranda, sendo cada um com 630 doses respectivamente".

Em reunião da CIB, composta pelos 79 municípios do Estado e a SES, ficou pactuado o envio inicial de 50% da quantidade de doses pediátricas para as crianças indígenas. Serão encaminhadas 3.630 da Pfizer dose pediátricas nesta primeira etapa seguindo a estratégia de vacinação.

Confira a Resolução completa aqui Resolução Nº 07.2022

Sem receita médica

A Secretaria de Estado de Saúde autorizou desde dezembro de 2021, os municípios a realizarem a vacinação em crianças entre 5 a 11 anos de idade, sem a necessidade de exigência de pedido médico, sendo necessário apenas o acompanhamento por pais ou responsáveis - munidos de documentação da criança, em todos os pontos de vacinação organizados pelo Sistema Único de Saúde, em Mato Grosso do Sul.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Ministério da Saúde muda mapa de voo e doses de vacina pediátrica contra Covid chegam nesta tarde em MS