*Luiz Guilherme para o Alô Dourados Foto: Redes Sociais/Midiamax

Após decreto da prefeita Délia Razuk (PTB) de ontem (8), que fecha bares, restaurantes, estúdios, conveniências e assemelhados por dez dias, comerciantes ocuparam a prefeitura na manhã desta quinta-feira (9), em protesto contra a norma que entra em vigor amanhã (10).

O decreto é mais uma medida para tentar barrar o avanço da Covid-19 na cidade considerada pelas autoridades de saúde estaduais, epicentro do Novo Coronavírus em Mato Grosso do Sul.

A manifestação começou a ser organizada logo após a publicação do decreto no Diário Oficial do Município. Inclusive nas redes sociais muitos donos de estabelecimentos do ramo chegaram a compartilhar áudios e imagens contra o ato do Executivo.

Alguns manifestantes foram recebidos pelo assessor de gabinete de Délia, Alexandre Mantovani, que alegou ser necessária a medida.

No decreto, a prefeita Délia Razuk ressalta  a “necessidade de aumento do índice de isolamento social que é o método mais eficaz na prevenção à pandemia, conforme orientam a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e a Organização Mundial da Saúde (OMS)”.

 
Veja também

Olá, deixe seu comentário para Comerciantes ‘ocupam’ prefeitura contra decreto que fecha bares e restaurantes