Da redação

Com o uso constante de máscaras para a prevenção do Coronavírus (inclusive por determinação legal, como vem ocorrendo na maioria dos municípios) , o uso desse material na forma descartável aumentou de forma considerável e a destinação correto desse material, que após o uso é considerado lixo hospitalar, tem preocupado o vereador Carlito do Gás, que solicitou à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e à Secretária Municipal de Saúde a instalação de um ponto de coleta de máscaras descartáveis na Praça Antônio João.

    “Sem um local adequado, para obedecer à orientação das autoridades sanitárias de que as máscaras de pano que evitam o contágio pelo Coronavírus/Covid 19 sejam trocadas a cada duas horas muitas pessoas tem jogado esses mecanismos de proteção nas calçadas ou em outros locais inapropriados”, alertou o vereador do MDB, acrescentando que essas máscaras podem estar contaminadas e serem potenciais disseminadoras do vírus.  “Tem sido comum encontrar máscaras atiradas nas ruas e jogadas de qualquer jeito nos lixos, tanto comuns como recicláveis. É uma prática que aumenta o risco de contágio para quem tem contato com elas”, ponderou Carlito. “Que a Secretaria de Serviços Urbanos, sob orientação da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Sanitária e Epidemiológica, instale um ponto de coleta, como Projeto Piloto, na Praça Antônio João”, propôs o vereador, enfatizando que a praça fica localizada na área central e por isso mesmo é local de passagem de milhares de pessoas durante o dia. “A instalação de um ponto de coleta, obedecendo rigores sanitários específicos, possibilitaria o descarte correto das máscaras e consequentemente a tão necessária contenção da escalada de proliferação do Coronavírus na cidade”, reforçou o vereador.

 “Para situações novas, medidas inovadoras. A Prefeitura precisa projetar um recipiente adequado para facilitar o descarte correto e, feita essa coleta, dar às máscaras a mesma destinação final dada ao lixo hospitalar”, reforçando a necessidade de que o processo de depósito das máscaras no ponto de coleta deve ser acompanhado de profissionais de saúde para que não sejam quebrados os protocolos determinados pelo Ministério da Saúde pela Organização Mundial de Saúde(OMS), notadamente no que tange ao contato com as máscaras usadas.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Carlito do Gás quer ponto de coleta de máscaras descartáveis