29/03/2024 12:53 Há 4 semanas

Semana agitada em Dourados: As cartas secretas do tabuleiro político



Robson Silva

Buscando sobreviver

O vice-governador Barbosinha está buscando sobreviver no jogo, para disputar a prefeitura de Dourados. O empenho de José Carlos Barbosa parece ter surtido efeito. Buscando espaço e protagonismo na gestão de Eduardo Riedel, o vice, com a benção do governador conseguiu achar um partido para se posicionar, o PSD, do senador Nelsinho Trad, que deve alugar a legenda para o PSDB e migrar para o PL a convite da turma do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Plano B

A ida de Barbosinha para o PSD, criando condições de ser candidato a prefeito de Dourados, pode ser um caminhão de "pulgas" na orelha do radialista Marçal Filho. O governo e o PSDB estariam criando uma chapa alternativa ao projeto de Marçal Filho prefeito?

Quem seria o plano B?

O movimento político dessa semana envolvendo Barbosinha, ganhou, evidentemente, a mídia em Mato Grosso do Sul. O site de Campo Grande, o Jacaré, já coloca Marçal Filho como vice de Barbosa numa provável chapa.

Perguntas no ar

Será que Marçal já jogou a toalha? Será que o radialista aceitaria a ideia de não ser protagonista para ser vice de Barbosinha? Será que o PSDB já não conta mais com Marçal? Será que o governo e o partido do governador vão pra eleição em duas canoas?

Racha ou Ibope

O deputado e ex-prefeito de Ivinhema, Renato Câmara, está protagonizando em Dourados, onde preside a legenda ao longo da semana, um verdadeiro embate com os dois vereadores. Por tomar decisões sem consultá-los, o mesmo quer, por que quer, indicar seu parente como vice em uma eventual dobradinha com o PSDB. Após a derrota vergonhosa de seu irmão em Ivinhema, ele quer repetir o rito em Dourados, indicando um parente como vice.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Semana agitada em Dourados: As cartas secretas do tabuleiro político