06/10/2023 16:34 Há 9 meses

Operação da PF investiga conflitos entre indígenas e sitiantes em Dourados



Ao menos dois indígenas foram hospitalizados com lesões

Nesta sexta-feira (6/10), a PF (Polícia Federal) deflagrou a operação Py’aguapy, que investiga conflitos entre indígenas e sitiantes, em Dourados.

Foi cumprido um mandado de prisão preventiva e sete de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal, e durante a ação, os indígenas atacaram os agentes federais.

Além da maior cidade do interior do Estado, a Polícia Federal deflagrou a operação também em Nova Olímpia (MT).

A investigação teve início após o conflito agrário entre indígenas e sitiantes ocorrido no dia 13 de setembro.

Segundo a PF, há indícios de utilização de armas de fogo e armas de fabricação artesanal, como flechas, armas brancas e ‘coquetel molotov’.

Durante o conflito ao menos dois indígenas foram hospitalizados com lesões decorrentes de disparos de arma de fogo. Os investigados, na medida de sua participação, poderão responder por tentativa de homicídio e lesão corporal.

A operação recebeu o nome Py’aguapy que significa paz ou pacificação em Guarani.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Operação da PF investiga conflitos entre indígenas e sitiantes em Dourados