*Luiz Guilherme especial para o Alô Dourados Foto: Sidnei Bronka

A operação deflagrada na manhã de hoje (15/7), em Dourados, que mirou a ex-secretária de Saúde, Berenice Machado de Oliveira, o secretário de Fazenda, Carlos Dobes Vieira, e o procurador-geral do Município, Sérgio Henrique Martins de Araújo, foi denominada ‘Contágio’, visa desmantelar organização criminosa que supostamente estaria atuando em diversas fraudes em licitações para compra de produtos e equipamentos no enfrentamento à Covid-19.

A nota foi encaminhada pelo MPE (Ministério Público Estadual), por intermédio da 10ª, 11ª, 16ª e 17ª Promotorias de Justiça da Comarca do maior município do interior de Mato Grosso do Sul, e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), que conta com apoio da Polícia Militar.

Ao todo, são executados 14 mandados de busca e apreensão em Dourados e Campo Grande, além de 12 com a “fixação de medidas cautelares criminais em desfavor dos investigados (servidores públicos e particulares), dentre elas o afastamento dos cargos públicos e proibição de contratar com a Administração Pública, todas decorrentes da decisão proferida pelo juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Dourados”.

 

 

 

 
Veja também

Olá, deixe seu comentário para Operação Contágio visa desarticular organização criminosa