20/03/2024 12:29 1 mês atrás

O Jogo da Rifa Política: Autoritarismo, Radialista vice e ausências.



Robson Silva

Rifa do MDB

Segundo fontes ouvidas por esta coluna, o Deputado Renato Câmara tem sido autoritário no partido, tomando decisões sem consultar os colegas da legenda, que incluem nomes históricos como o ex-vice-prefeito Odilon Azambuja e até mesmo o ex-prefeito Brás Melo. O partido também conta com dois vereadores em Dourados, sendo um deles o presidente da câmara municipal. Pelas movimentações observadas, parece que o deputado não quer mais os dois vereadores no partido. Será?

Rifa final

Que o MDB em Dourados lançou mais uma rifa eleitoral não é novidade para ninguém. O deputado, chefe da legenda, quer emplacar o vice na chapa do PSDB, que tem como pré-candidato o radialista Marçal Filho. O problema é que essa "jogada" irritou os parceiros do partido, que sequer foram envolvidos na conversa. Ou seja, o MDB está tomando as rédeas e definindo rumos sem consultar os próprios membros que defendem a bandeira da legenda em Dourados. Está correto isso, Arnaldo?

Falando em vice

Um movimento estratégico, envolvendo as eleições, está ocorrendo neste momento em Dourados. O repórter Bronka, bastante conhecido na cidade, está escolhendo em qual partido se filiar. O profissional da rádio 94 FM tem afirmado que não pensa na possibilidade de se candidatar a vereador. No entanto, as conversas estão avançadas e Bronka pode acabar assinando a ficha no PDT, que já anunciou que ficará ao lado do prefeito e candidato à reeleição, Alan Guedes. O alinhamento é tão forte que alguns emissários, tanto do PP quanto do PDT, já ventilam a possibilidade do repórter compor a chapa majoritária ao lado de Alan Guedes. Se isso se confirmar, teremos uma presença forte da rádio 94 na disputa pela prefeitura de Dourados.

Ausências

O evento de filiação que marcou o retorno do radialista Marçal Filho ao PSDB, na última sexta-feira, teve a presença de vários caciques tucanos. No entanto, mais do que constatar quem estava presente, foi possível perceber claramente que nomes de peso acabaram ficando de fora da festa. O deputado federal Geraldo Resende, que é vice-presidente estadual da legenda, não compareceu ao evento, mesmo havendo um alinhamento interno do partido para que "todos" participassem. Outro nome ausente na lista foi o vice-governador Barbosinha (PP), que esteve com o governador Riedel nas agendas da tarde em Dourados e também não apareceu para dar "aquele abraço" em Marçal Filho.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para O Jogo da Rifa Política: Autoritarismo, Radialista vice e ausências.