Da redação

No próximo dia 13 de dezembro acontece o lançamento da pedra fundamental da ponte entre Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (PY), principal obra da Rota Bioceânica. Além do governador Reinaldo Azambuja, do secretário de infraestrutura Eduardo Riedel, e do presidente do Paraguai Mario Abdo Benitez, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro também deve participar.

A ponte, que vai integrar o Centro Oeste brasileiro e interiorizar o desenvolvimento na região do Chaco paraguaio, também vai diminuir as distâncias dos produtos e aproximar os povos dos quatro países - Brasil, Paraguai, Argentina e Chile.

O secretário Eduardo Riedel acrescentou que a obra integrará de fato, Mato Grosso do Sul e o Brasil, com o oceano.

O Secretário destacou a pavimentação da Sul-fronteira.

Riedel também falou dos demais investimentos no município de Ponta Porã.

Quando estiver pronta, a Rota Bioceânica vai encurtar a distância percorrida pelos produtos brasileiros rumo ao mercado asiático, integrar Brasil, Paraguai, Argentina e Chile e transformar Mato Grosso do Sul em um hub logístico, um centro de distribuição de mercadorias.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Investimentos na região de Fronteira buscam integrar MS com o mundo