29/04/2022 11:56 Há 4 semanas

Presidente do Equador pede renúncia de ministros



Pedido é feito em meio a grave crise criminal no país

O presidente do Equador, Guillermo Lasso, pediu a renúncia de ministros, menos de um ano após ter tomado posse, no momento em que o país vive grave crise criminal.

O pedido foi anunciado pela Secretaria de Comunicação da Presidência, acrescentando que Lasso pretende substituir os atuais titulares das pastas de Energia, Agricultura e Direitos Humanos.

Na terça-feira (26), o presidente equatoriano já havia nomeado Xavier Vera, antigo ministro da Energia, para substituir Juan Carlos Bermeo como ministro da Defesa.

O conservador Lasso vai completar o primeiro de quatro anos de mandato em 24 de maio.

O ano foi marcado por uma guerra entre o governo e os traficantes de droga, que provocou aumento na criminalidade e confrontos com mortes entre grupos rivais, inclusive em prisões, onde 350 detidos morreram desde fevereiro de 2021.

O ministro do Interior, Patricio Carrillo, reconheceu na semana passada que o Equador passa por crise criminal, que já matou 1.180 pessoas desde o início de 2022.

Em 2021, o Equador apreendeu recorde de 210 toneladas de drogas, principalmente cocaína, e nos primeiros quatro meses do ano, as apreensões já atingiram 75 toneladas.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Presidente do Equador pede renúncia de ministros