Luiz Guilherme para o Alô Dourados

Durante megaoperação realizada neste domingo (11), em Salto Del Guairá, no Paraguai, o ex-policial militar de Mato Grosso do Sul, Fábio Costa, o Pingo, acabou preso por policiais daquele país.

Pingo é considerado um dos líderes do contrabando de cigarros na fronteira, e foi preso pelo Grupo Especializado Contra o Crime Organizado, no condomínio Sete Quedas, que fica em Guavirá.

Segundo o Ponta Porã News, o ex-policial havia contra ele vários mandados de prisão em aberto em operações que investigam quadrilhas que realizavam contrabando de cigarros do Paraguai para o Brasil.

Em 2018, ele teve o filho de 17 anos, João Victor Richena Costa assassinado a tiros de fuzil quando chegava em um condomínio em Salto del Guairá.

João era de Rio Brilhante e tinha ido morar com o pai. O crime foi atribuído a inimigos de Pingo.

Ainda conforme o site, Pingo consta na lista dos mais procurados do Brasil e é acusado de mandar executar dois agentes da Polícia Rodoviária Federal, sendo que um deles, teve a residência alvo de um ataque a tiros.

Na época, o fato foi atribuído a uma apreensão de mais de 30 carretas com cigarros contrabandeados.

Pingo deverá ser extraditado nos próximos dias para o Brasil, e entregue para a Polícia Federal, em Mundo Novo.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Ex-policial de MS é preso durante megaoperação no Paraguai