30/04/2024 16:58 Há 2 meses

Alan Guedes se antecipa à reabertura e passa gestão do Aeroporto para a Infraero



Contrato com a empresa deve acontecer nos próximos dias; homologação do processo já foi assinada pelo prefeito

 

O prefeito Alan Guedes assinou, nesta terça-feira (30), a homologação do processo que vai passar à Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) a gestão do Aeroporto Regional de Dourados. O documento foi publicado no Diário Oficial e o contrato entre as duas partes deve ser oficializado nos próximos dias.

Com o acordo, o Aeroporto de Dourados passará a ser mais um entre os 27 já administrados pela empresa que, apenas no último feriado, movimentaram quase 92 mil passageiros e cerca de 890 voos no período, entre pousos e decolagens.

Essa expertise da Infraero foi o principal motivo que levou a Prefeitura de Dourados, até então responsável pelo terminal, a repassar a gestão.

“É melhor fiscalizarmos o contrato do que gerir o aeroporto. Hoje, a robustez da obra nos faz ter um olhar mais profissional. A gente prefere entregar isso para uma empresa que tenha experiência e pessoal para isso, como é o caso da Infraero, que é uma empresa preparada e terá mais agilidade na resolução de eventuais problemas”, afirma o prefeito Alan Guedes.

O Aeroporto Regional de Dourados está passando por obras de revitalização e adequação, que está na fase final, mas ainda não foi feita a entrega oficial por parte da Engenharia do Exército Brasileiro, responsável pelos trabalhos. Apesar disso, a documentação do processo de homologação está sendo inserida no sistema para análise dos órgãos de controle.

“Ainda não temos uma data para a reabertura do Aeroporto, já que o retorno das operações dependem do aval da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) após esse processo de análise. Então, no que for de competência da Prefeitura de Dourados, estamos nos adiantando para que, quando a entrega oficial aconteça, esses trâmites estejam encaminhados”, explica Mariana de Souza Neto, diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

De acordo com Mariana, devido a sua categoria, o Aeroporto de Dourados não é obrigado a ter, nesse momento, a seção contra incêndios homologada para retornar à operação. “Esse fator não é impeditivo para que o aeroporto volte a funcionar. Além disso, o caminhão que atua na seção contra incêndios que opera em Dourados e está cedido para o Aeroporto de Bonito, deve retornar nas próximas semanas para Dourados”, completa.

Histórico

Fechado desde maio de 2021 para obras na pista, o aeroporto de Dourados já teve adiamento de entrega dos trabalhos por várias vezes. Desde então, passageiros têm que ir para Campo Grande ou Ponta Porã para pegar voo.

Responsável pela obra, o Exército Brasileiro enfrentou vários imprevistos no decorrer dos trabalhos, como infiltrações e ondulações inesperadas na pista. Também foram necessários vários aditivos de valores para não parar o serviço e, atualmente, o custo total do projeto se aproxima dos R$ 100 milhões.

O aeroporto já tem um terminal, que será utilizado até que o novo prédio fique pronto. A estrutura atual foi revitalizada no ano passado pela prefeitura de Dourados, que destinou R$ 770 mil em recursos próprios.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Alan Guedes se antecipa à reabertura e passa gestão do Aeroporto para a Infraero