O partido não teria como tocar uma campanha depois que o presidente e então pré-candidato Valdenir Machado ter contraído a covid-19

Reunião ocorrida na tarde desta segunda-feira (24) na sede do Diretório Municipal do PSDB selou e entrada do partido no arco de alianças que está sendo construído em torno da pré-candidatura do deputado estadual José Carlos Barbosinha, do DEM, à Prefeitura de Dourados.

Na verdade, a decisão dos tucanos foi tirada no fim de semana em reunião da Executiva com os quatro vereadores do PSDB. Na avaliação consensual, o partido não teria como encabeçar uma campanha majoritária depois que o presidente e então pré-candidato Valdenir Machado ter contraído a covid-19 há quase um mês. Ele ainda está se convalescendo da doença.

Com a pré-campanha inviabilizada, os dirigentes tucanos optaram em responder os acenos de Barbosinha e assim contribuir na formação de uma candidatura única da base aliada do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em Dourados, agora em torno do pré-candidato do DEM.

Na reunião de hoje, com as presenças do deputado estadual Marçal Filho, do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, (ambos, não compareceram à reunião anterior, embora convidados) e de Barbosinha ficou apalavrado que o PSDB indicará o vice na chapa.

Por hora estão colocadas as pré-candidaturas de Valdenir Machado, dos vereadores Silas Zanata e Sergio Nogueira e da esposa de Marçal, Patrícia Oliveira Santos Leite. Até a convenção, prevista entre os dias 12 e 15 de setembro, outros nomes poderão surgir para compor a chapa majoritária de Barbosinha. A decisão caberá aos 45 convencionais.

Credito: Folha de Dourados

Veja também

Olá, deixe seu comentário para PSDB retira candidatura para apoiar Barbosinha à Prefeitura de Dourados