Advogado Alexandre Mantovani e o médico Fred, durante live da Prefeitura Foto: Reprodução

Próximo a 200 casos de coronavírus, não está descartado lockdown na cidade de Dourados. O fechamento geral não é anunciado, embora o município vem registrando evolução considerável de novas pessoas com o vírus a cada dia. Em menos de uma semana o município teve 100 novos registros.

"O aumento de casos não é determinante, tem um grupo de fatores, como o número de leitos ocupados e em Dourados é satisfatório. Mas pode ocorrer o lockdown, pois todas as cidades estão sujeitas em razão da disseminação do vírus", disse hoje durante live da prefeitura o médico Frederico Oliveira.

O número de casos de coronavírus não para de subir. Boletim epidemiológico mostra mais 24 novos registros. Com isso o município passa a ter 186 pessoas com o vírus, dos quais 36 são consideradas curados, 136 em isolamento domiciliar e 13 internados (9 em enfermaria e 4 em UTI).

Membro do Comitê de Combate ao Coronavírus, doutor Frederico explicou que apenas a elevação de novos números não pode determinar o fechamento geral de um município. A taxa de isolamento, segundo ele, também é levada em consideração. "O isolamento faz cair a ocupação de leitos e a transmissão viral", disse sobre a importância do distanciamento social.

Ainda de acordo com o médico, 50% do trabalho de combate ao vírus depende do Comitê e o restante da população, que pode contribuir, no momento, apenas com o isolamento.

Assessor especial da prefeitura, o advogado Alexandre Mantovani garantiu que não há o que se falar em lockdown. No entanto, na semana passada ele havia falado que Dourados não teria novas medidas. Mas ontem a prefeitura editou decreto que ampliou o toque de recolher, iniciando às 20 horas. Antes começava às 22 horas.
Por Dourados Agora Próximo a 200 casos de coronavírus, Cômitê não descarta lockdown em Dourados

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Próximo a 200 casos de coronavírus, Cômitê não descarta lockdown em Dourados