Da Redação

Diferente dos últimos dias de julho, que tiveram frio intenso com potencial para geadas, a primeira quinzena de agosto terá aumento do calor. Na avaliação da coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), Valesca Fernandes, o grande destaque serão as temperaturas. 

 

“As temperaturas podem ficar próximas a 40°C que reduzem a umidade relativa do ar, e potencializam o risco de queimadas e incêndios florestais", destaca. 

 

Ao longo desta semana as máximas ficam em torno dos 30°C, porém a partir do fim de semana os termômetros já podem atingir os 40°C, especialmente parte do sudoeste, e regiões pantaneira e norte. 

 

Uma das principais características do mês de agosto é justamente o tempo seco, e de acordo com o Cemtec a tendência é de chuvas abaixo da média. "Pelo menos até o dia 18 de agosto”, explica Valesca.

 

Com relação ao frio, Desirée Brandt da Somar Meteorologia explica que para todo o mês, são esperadas três ondas de frio, porém nenhuma delas comparável ao frio ocorrido no final do mês de julho e nas ondas de frio anteriores de 2021. 

 

Previsão quarta-feira 

 

O tempo segue firme nesta quarta-feira (04) em todas as áreas de Mato Grosso do Sul. As condições são de céu parcialmente nublado, e não há condição para chuva. 

 

O destaque continua sendo a amplitude térmica e a qualidade do ar que segue baixa nas horas mais quentes do dia. 

 

De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) a variação está estimada entre 10-35% especialmente nas regiões norte da região pantaneira, centro-norte e leste.

 

A madrugada pode ter mínima de 8°C na parte sudoeste, e a máxima pode chegar aos 31°C na região pantaneira. 

 

Em Dourados sol aparece entre muitas nuvens e as temperaturas podem variar entre 14° a 26°C. 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Primeira quinzena de agosto será marcada por calor e tempo seco