Da redação

Alessandro Marques dos Santos, 36,  pode ter tentado consertar ou fazer algum ajuste no portão da residência da rua Antonio Emílio de Figueiredo, quando ocorreu descarga elétrica e ele morreu. A mulher dele informou à polícia que o portão do local estava estragado e o marido demostrava preocupação com o fato. 

Conforme informações policiais, o homem teria saído de casa no sábado (16), sendo que manteve contato com a esposa até por volta das 18h, quando informou que iria trabalhar na região do ocorrido. Ele trabalhava com reparos em ar condicionado. 

A residência que ocorreu o acidente é de propriedade de Alessandro, no entanto, diferente do que foi noticiado inicialmente, ele não residia no local. A casa em conjunto com salão era alugada por ele, mas no momento não tinha inquilinos. 

A mulher dele relatou a polícia que na última conversa com o marido, às 18h de ontem, ele disse que ia trabalhar naquela região e depois retornava para casa que residiam no Idelfonso Pedroso. 

Como o marido não retornou para casa e não atendeu as ligações mais, às 13h deste domingo (17), a mulher foi à casa na rua Antonio Emílio de Figueiredo, quando encontrou Alessandro caído. 

Como ele demonstrava preocupação pelo portão sem funcionar, a mulher acredita que tenha tentado fazer algum reparo, quando ocorreu o acidente. 

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi até ao local, porém quando equipe chegou Alessandro já estava morto. 

Creditos: Dourados News 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Morto por descarga elétrica pode ter tentado consertar portão