Da redação

Um dos maiores nomes da história de futebol, o argentino Diego Armando Maradona morreu, nesta quarta-feira (25), aos 60 anos. A informação foi divulgada pelo veículo local Clarín. “E um dia aconteceu. Um dia aconteceu o inevitável. É uma bofetada emocional e nacional. Um golpe que reverbera em todas as latitudes. Um impacto mundial. Uma notícia que marca uma dobradiça na história”, inicia a reportagem do veículo sul-americano.

“A frase que foi escrita várias vezes mas que foi driblada pelo destino agora faz parte da triste realidade: Diego Armando Maradona morreu”, inicia a reportagem”, continua. No início deste mês, o ídolo foi levado para uma clínica em Olivos, em Buenos Aires, para ser operado por causa de um hematoma no lado esquerdo da cabeça.

Por decisão familiar e médica, Maradona continuou hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação”. Ele também tinha um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, e foi informado que ele iniciaria um tratamento de reabilitação em sua casa, para combater a dependência. O argentino recebeu alta no dia 11 de novembro.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Luto mundial: Diego Armando Maradona morre aos 60 anos