Da redação

Um grupo criminoso formado por Mateus Gaioso Guimarães Oliveira, filho da ex-assessora da senadora Soraya Thronicke Juliana Gaioso Pontes foi desmascarado pela reportagem do

Campo Grande News após usar postagens com o layout do jornal on-line para denegrir a imagem de políticos e também da jornalista Liziane Berrocal fundadora do jornal A Onça. O grupo é financiado com dinheiro público por meio de nomeações feitas pelo deputado federal Loester “Trutis” aquele que desafiou um blogueiro para a porrada e correu, mas não cobra a polícia federal de dar uma resposta sobre o suposto atentado sofrido por ele. 

A reportagem mostra que o Campo Grande Fake News nasceu até então com o intuito de fazer humor e passou a disparar ofensas por meio de fake News usando fotos e até mesmo “trocadilhos” para chamar a jornalista de “vaca” usando o sobrenome dela. 

Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista

Ainda de acordo com a reportagem do Campo Grande News o grupo é alvo de investigação do STF (Supremo Tribunal Federa) que levou à prisão nomes ligados ao chamado “gabinete do ódio” do governo Bolsonaro, a produção de fake news para atacar inimigos, sejam eles pessoas ou ideologias, tem seus representantes em Mato Grosso do Sul. Um deles leva ao gabinete do deputado federal Loester Carlos (PSL). Ele é nomeado como secretário parlamentar, destacado para trabalhar em Campo Grande, Mateus Gaioso Guimarães de Oliveira aparecia, em dezembro, como responsável técnico por página nascida como paródia do Campo Grande News, mas que acabou se transformando em vetor de ataques a políticos e publicação de mentiras. Mateus é nomeado desde outubro do ano passado no gabinete de Loester Carlos.

Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista

“A informação mostrando que ele fez publicações no site “Campo Grande Fake News” consta do rastreio da página feito em ferramenta virtual que armazena o histórico de usuários que controlam domínios de internet”, revelou a reportagem de Marta Ferreira. 

E atualmente conforme mostrou o levantamento do Campo Grande News, quem abre, encontra ataques diretos a políticos locais, além de notícias claramente inventadas. Ao explorar a página do grupo no Facebook, também é possível verificar matérias positivas a Loester Carlos.

Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista

Mateus Gaioso Guimarães de Oliveira é um dos 19 funcionários nomeados no gabinete do deputado federal, com salário de R$ 2,3 mil. No escritório em Campo Grande, ele foi procurado pela reportagem, por telefone, mas não retornou o contato.

A mãe de Mateus, Juliana Gaioso, foi denunciada pelo deputado federal Fábio Trad (PSD), em razão de ameaças a ele nas redes sociais e posts considerados ataques ao estado democrático de direto. Depois disso, perdeu o cargo no gabinete da senadora da base governista Soraya Thronicke (PSL). Ela é pré-candidato a vereadora da Capital. 

Ja no registro oficial, o “dono do site”, segundo levantado pelo Campo Grande News, e também pela nossa reportagem é o publicitário Demétrius Brasil, que tem empresa em São Paulo dedicada, entre outros serviços, à campanha virtual política. Ele mora em Brasília. Demetrius afirmou à reportagem conhecer “Loester” assim como “inúmeros outros deputados” e ter prestado serviços a parte deles em 2018, quando o parlamentar do PSL foi eleito. Disse não se lembrar se atendeu Loester.

Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista

Em grupos de WhatsApp quem distribuiu a matéria foi Wellington Knauf usando seu telefone pessoal para a “título de informação” manda um link ofensivo contra a jornalista. Knauf é apoiador notório de Siqueira e proprietário de duas empresas uma no estado de Distrito Federal e 1 em São Paulo com total de capital social de R$ 2 milhões.

Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista

A reportagem não falou com ninguém e não vai falar pelo simples motivos que não damos nenhum tipo de abertura para quem usa expediente de ofensa e fake News. 

Apenas para não dizerem que há acusações infundadas:

domain:      campograndefakenews.com.br

owner:       DEMETRIUS BRASIL FARIA DA SILVA

owner-c:     DBFSI

admin-c:     DBFSI

tech-c:      MGGOL8

billing-c:   DBFSI

nserver:     d.sec.dns.br

nsstat:      20191201 AA

nslastaa:    20191201

nserver:     f.sec.dns.br

nsstat:      20191201 AA

nslastaa:    20191201

dsrecord:    43087 RSASHA1 488278B028D5346CB21CA4106BF75A5067B374E0

dsstatus:    20191201 DSOK

dslastok:    20191201

saci:        yes

created:     20190319 #19435783

changed:     20190930

expires:     20200319

status:      published

nic-hdl-br:  DBFSI

person:      DEMETRIUS BRASIL FARIA DA SILVA

created:     20061124

changed:     20170605

nic-hdl-br:  MGGOL8

person:      Mateus Gaioso Guimar

created:     20190911

changed:     20190911

Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista

 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Financiado por deputado do PSL grupo usa layout do CG News para atacar jornalista