Da redação por Luiz Guilherme

 

Como não podia ser diferente do que vem acontecendo com os demais candidatos, o Alô Dourados entrevistou hoje, a pré-candidata à prefeitura de Dourados, Daniela Hall (PSD) que logo no início ao ser questionada sobre o Novo Coronavírus na cidade, foi enfática ao replicar a fala da doutora Mariana Croda, que a saúde vai entrar num colapso dentro de 15 dias se o lockdown não for decretado.

A Lei prevê que para acontecer isso, é preciso ter 90% dos leitos hospitalares ocupados.

A vereadora também rebateu a afirmação da própria prefeita de Dourados, Délia Razuk e do Comitê de Gerenciamento de Crise da Covid-19, de que o maior município do interior do Estado não seja o epicentro da doença.

“É um equívoco isso. Essa afirmação que nós estamos com mais casos confirmados porque os números de testes são maior que os feitos em Campo Grande, não tem fundamento”, disse.

Questionada por uma leitora sobre o novo decreto que restringe o horário de funcionamento do comércio, Daniela não poupou críticas.

“Esse último decreto é absurdo, pois a partir do momento que se restringe o horário de funcionamento, aglomerações são provocadas, já que todo mundo corre em busca de atendimento”, ponderou.

Quanto a política, a vereadora e pré-candidata disse que o momento é delicado para tratar sobre o assunto, mas que nesse meio não há conchavos, mas acordos políticos.

O próximo entrevistado do Papo Reto será o professor Joca, que poderá disputar o pleito municipal pelo PT.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Daniela diz que foco é Covid, debater os problemas da cidade, e depois eleições