Mesa diretora divulgou nota de esclarecimento e presidente Laudir Munaretto aciona parlamentar na polícia

A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Dourados publicou nesta sexta-feira (6) na página oficial do Legislativo na internet uma “Nota de Esclarecimento” sobre os atritos entre os membros da mesa e a vereadora Lia Nogueira (PP). De forma objetiva, a nota começa dizendo: “A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Dourados vem a público esclarecer que não procedem as reiteradas insinuações que a vereadora Maria Imaculada Nogueira vem fazendo por meio de suas redes sociais e através da imprensa, com relação à publicidade institucional contratada pelo Legislativo”.

A nota, assinada pelo presidente Laudir Munaretto (MDB), vice-presidente Cemar Arnal (Solideriedade) e primeiro-secretário, Juscelino Cabral (DEM), diz que “é importante esclarecer que nunca houve negativa de entrega de documentos solicitados quanto ao contrato de publicidade feito pela vereadora à Presidência da Casa de Leis, como a mesma aponta em denúncia junto ao Ministério Público Estadual. Ao contrário, todos os documentos solicitados foram devidamente entregues em seu prazo regimental”.

A direção da casa ainda escreve no documento que logo após a posse, o referido contrato de publicidade com a empresa Lupa Comunicação Ltda., depois de minuciosa análise, passou por adequações, “de maneira que amplia o grau de transparência em relação aos gastos com publicidade institucional, bem ao contrário do que foi insinuado”.

O documento encerra afirmando que a Mesa Diretora “lamenta e repudia as referidas manifestações insinuando suposta prática irregular de gestão pública praticada pelo presidente Laudir Munaretto. Diante disso, por ter agido com ânimo difamatório a honra do presidente, que em reflexo atinge os demais membros da Mesa Diretora, foi necessário a tomada de medidas legais cabíveis para o presente caso, onde o presidente requereu à autoridade a instauração de inquérito policial para apuração de possível prática delituosa.

Registro na Polícia

O presidente da Casa de Leis, Laudir Munaretto registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia contra a vereadora. O Pauta 67 não teve acesso ao registro policial, mas apurou que se trata de um registro por calúnia e difamação.

Lia Nogueira

A reportagem do Pauta 67 entrou em contato com a vereadora Lia Nogueira. Ela disse que está fazendo uma nota sobre o assunto e que, em breve, enviará à redação do site. Assim que a nota chegar, a reportagem será atualizada.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Câmara repudia acusações e presidente vai à polícia contra vereadora Lia Nogueira