Da redação por Luiz Guilherme


Seguindo a série de entrevistas do site Alô Dourados com os pré-candidatos a prefeito de Dourados, o segundo entrevistado foi o deputado estadual Barbosinha, um dos primeiros a anunciar que disputará a principal cadeira do município pelo Democratas.

A live foi transmitida no Facebook do site e a primeira pauta foi a pandemia provocada pelo Novo Coronavírus que no Brasil ultrapassa as 27 mil mortes.

Mato Grosso do Sul tem 19, sendo duas em Dourados.


“É evidente que estamos diante de uma pandemia, que o Mundo inteiro está com os olhos voltados à Covid-19, mas o calendário eleitoral continua aberto, e apesar desse momento e até que não mude, precisamos também falar de política”, disse Barbosinha.


Entre as falas do entrevistado, ele disse que, “quem fala por mim é minha história”.


O pré-candidato questionou o novo toque de recolher imposto pela prefeita Délia Razuk, que antes era de 22h e agora passou a ser às 20h.


“Quanto ao novo horário do toque de recolher, que antes era 22h e agora às 20h, meu questionamento é se há justificativa técnica para essa alteração, já que o vírus não tem horário para circular, para infectar quem tiver que infectar”, afirmou o deputado que continuou.


“Não adianta alterar toque de recolher, impor regras, e não fiscalizar. Essas normas de combate à doença podem ser eficazes, mas nada adianta se não houver fiscalização, e a prefeitura não está fiscalizando”, pontuou.


Entre outros assuntos, a reportagem destacou o que Barbosinha chamou de falta de planejamento quanto à cidade de Dourados. Para ele, a cidade cresceu muito, mas “nós não pensamos na forma de crescer Dourados. Dourados precisa de formação para sua gestão. Não tem planejamento”.


O parlamentar foi questionado também quando as indicações políticas, prática conhecida como ‘velha política’ e ‘toma lá, dá cá’.
Segundo ele, “a indicação política é possível, desde que essa indicação case com o técnico”, disse.

Barbosinha: ‘quem fala por mim é minha história’
No próximo sábado (6), a entrevista será com o pré-candidato à prefeitura de Dourados, Racib Harb, que deve disputar a cadeira pelo Republicanos.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Barbosinha: ‘quem fala por mim é minha história’